sábado, 9 de abril de 2011

Incompreensível

Num tempo de incertezas, nada melhor do que abrir mão de um valor seguro.

6 comentários:

Fada do bosque disse...

É Paulo... até dá arrepios na espinha, acompanhados de suores frios! Viva a Europa!... :( Atão não queriam todos ser europeus e só os botas de elástico é que eram os nacionalistas?! Tá aí o resultado!
Agora é siga para bingo que a escravatura apoderou-se das ditas Democracias e vai alastrar...
Tratado de Lisboa... que vergonha!

Paulo Lobato disse...

De facto, ultimamente tem sido um caminho demasiado sinuoso, Fada.

Eduardo Miguel Pereira disse...

Onde isto chegou !
Não consigo deixar de pensar no que sentiria Sá Carneiro se chegasse agora cá de novo.

Paulo Lobato disse...

A CP que é um sorvedouro ninguém lhe toca!
E mesmo essa só com regras que assegurem srviços mínimos.

TERESA SANTOS disse...

Cheguei àquela sensação, não de espanto, essa está ultrapassado, não de revolta,também "adormecida", mas de indiferença, a pior de todas, a que no fundo doi mais.

Paulo Lobato disse...

Olá Teresa,
Pois!
Mas o pior de tudo é que perante a indeferença, é fuga para a frente.
Temos que nos indignar, revoltar e fazer ouvir, porque também é o nosso destino que está em jogo.

/* ADD twingly */